segunda-feira, 26 de abril de 2010

Com carinho; Sinceridade


Para a Família Silveira



Preciso cada dia mais dizer o quanto gosto de vocês. O tempo corre, preciso aproveitá-lo. Sintam-se abraçados, sintam-se amados, sinto que cada dia vocês são parte da minha família, vocês são parte de mim, você são com certeza, essencias para minha vida .
Vocês são, como assim (?), um exemplo. Que orgulho!

terça-feira, 13 de abril de 2010

Anjos

As pessaos que passam nas nossas vidas e marcam, porventura somem. Mudança, relacionamento, família, algo acontece, mas algumas pessoas especiais com quem convivemos passam e depois desapareçem, e muitas vezes sofremos, saudades, falta...
As pessos que realmente marcam, voltam. Ficam. Se ausentam, mas permaneçem. Estão em volta nos olhando, para quando houver um próximo enconto poder haver algo como uma primeira vez novamente.
São como anjos, e quando nem percebemos, estão de volta, cruzando conosco na rua, em um aceno, um sorriso e trazem de volta todas aquelas lembranças de momentos incríveis, e dá aquela vontade gostosa de ter tudo aquilo de novo.
É tão bom, tão bom ter um novo recomeço!



Para Thaís Alexandre, Caroline Xavier, Ricardo Chapola, Joel Cavalcante e todos os anjos;

terça-feira, 6 de abril de 2010

Pra onde vai?

Para Ricardo Chapola


Eram apenas bons pressentimentos. Poltrona 08, tanto tempo alí vazia na demora de todos entrarem, ao meu lado, uma incógnita. Semre espero alguém que marque, porque a viagem é longa. Na hora das malas irem para o seu lugar, sabia que alí estava alguém que ia se ocupar de palavras comigo. Ou pelo menos ansiava muito por isso.
Seu olhar fixo como uma certeza de que estivesse lendo minha mente marcou mais que todo o meu dia até ali. Depois de minutos de espera, entrou e tão calmamente tomou seu lugar ao meu lado. Eu tinha uma certeza sem tamanho, nem deu pra ficar surpresa.
Sua música estourda, suas preferências e as tensas circunstancias de aproximação me trouxeram você, e não tenho como, nem o porque explicar, mas é tão bom o que guardei de ti!
E agora? Talvez não vá ter um fim mesmo...

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Escreviarte

Para Ricardo Chapola

Escrever. Do dicionário, redigir, compor, rabiscar. Colocar as idéias no papel, em forma de prosa, poesia, narração ou dissertação, escrever muitas vezes torna-se um vício, uma paixão, uma devoção, e nos tornamos tão submissos a essa arte de organizar as idéias, as vezes tão confusas, em algo belo, importante, fazendo com que todas as nossas palavras tenham valor.
Escreviarte. Do coração, um mundo de possibilidades, lugar da imaginação e das sensações, a vontade e paz de espírito após o exercício, e onde melhor podemos nos encontrar.
Onde a única lei que existe é a nossa vontade, e onde o lápis brinca toda vez que toca o papel...
Ocorreu um erro neste gadget

A TOCA;

Criação do Layout por
Fabricio Leal
leal_fabricio18@hotmail.com