segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Aos meus sogros.



Esse é um texto que se refere a nossa principal diferença. Não sei se isso são coisas que gostariam de ouvir, mas de alguma forma, precisam ser ditas. A idéia desse texto surgiu a alguns meses atrás, quando comecei a perceber toda a diferença de crenças que a familia de vocês possui da minha, e como isso pode afetar a forma das pessoas conviverem.
Minha família é Espírita. Eu fui ensinada dentro dos preceitos de Allan Kardec, indo a centros, tomando passe, e assistindo palestras. Fui crescendo acreditando em reencarnação, em espíritos e em outros planos.
Porém, quando a pessoa cresce, ela vai tomando conhecimento de outras religiões, outras filosofias de vida, e formas de ser. Assim, estudando o Catolicismo, o Evangelismo, o Budismo e o próprio Espiritismo, acabo por estar aqui, dizendo que sou ateia. Não compactuo com nenhuma crença religiosa, acredito no evolucionismo, porém, como sabem, luto pelos Direitos Humanos, e respeito todas as religiões.
Não acredito em sobrenatural, em forças superiores, em nada além do que possa ser provado, tocado, sentido realmente de alguma forma. Não espíritos e energias da natureza.
Não pretendo soar falsa, nem ofensiva, mas peço que vejam que eu compreendo que vocês tenham suas crenças, criaram seus filhos dessa forma, mas essa não é a minha realidade.
Agradeço por sempre me receberem bem, me tratarem com carinho, como parte da familia. Embora eu não seja católica, não frequente a Igreja, não vá as missas, eu amo seu filho do jeito que ele é, indo a Igreja, indo as missas e rezando. Seria muito hipócrita se quisesse impor minha vontade, afinal, ele foi criado nas leis da Igreja Católica. Estamos aprendendo juntos a lidar com essa diferença, isso nunca impediu nada, afinal, é apenas um detalhe.
Peço desculpas se eu já disse ou fiz algo ofensivo a vocês de alguma forma, que desrespeitasse os dogmas e regras da crença de vocês. Ainda preciso aprender, mas agora na prática.
Acho que essa é uma diferença que pode vir a ser 'inexistente' se soubermos como lidar com ela. Afinal, procuro sempre lidar da melhor forma possivel em relação a isso.
Com carinho.
Amanda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

A TOCA;

Criação do Layout por
Fabricio Leal
leal_fabricio18@hotmail.com